quinta-feira, 14 de abril de 2011

Market Share do Turismo | CVC é negociado com o grupo alemão TUI, diz jornal


Pensando estrategicamente, a CVC é um mundo à parte e quem a tiver vai poder explorar todos os eventos que acontecerão no Brasil nos próximos anos. Fora que eles ainda não exploraram o turismo de eventos. É ou não é estratégico? E os capitais de investimento no Brasil ainda não acordaram para isso? Estranho?


A operadora de turismo CVC pode ser adquirida pelo grupo alemão TUI, segundo reportagem desta quarta-feira (13) no jornal Valor Econômico. De acordo com a texto, a operadora alemã, que arrecada 16 bilhões de euros por ano, se aproximou há dois meses do fundo americano Carlyle, que controla a CVC.

A compra da empresa seria estratégica para a TUI, que poderia ter uma opção em um mercado emergente fora da economia estagnada da Europa. O tamanho da fatia da CVC no mercado de pacotes turísticos do Brasil também teriam atraído os alemães, já que, em outros países emergentes, o cenário é de um mercado muito mais pulverizado entre empresas menores.

Segundo a reportagem, o presidente da CVC, Valter Patriani, disse que pretende que a empresa dobre seu tamanho até 2015, com 800 lojas exclusivas e internacionalização na América Latina. Procurados pela reportagem do Valor, o presidente do Carlyle no Brasil, Fernando Borges, afirmou que não teria interesse na venda pelo crescimento de 25% da empresa ao ano. Um representante brasileiro da TUI não se pronunciou porque está em férias.

Fora que com a CVC, a TUI pode ter a ponte que faltava para levar turistas europeus para o Brasil de forma organizada e barata. Agora sim, estamos deixando de fazer negócios caseiros.
Fonte: wwww.mkmais.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário